Que Hora Você Dorme?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email 0 Buffer 0 0 Flares ×

dormir

Eu não sei você, mas eu sempre estou em movimento: Projetos, ideias, negócios, parcerias, consultorias, bate papos, cafés, livros, cursos, artigos e jantares com amigos.

Alguns amigos até brincam perguntando: e que hora você dorme? 

Acredite, isso não tem nada a ver com dormir pouco e trabalhar feito “louco” como dizem por aí. Diria que está mais relacionado com a minha missão de vida, mas falo disso daqui a pouco.

Por vezes, alguns me perguntam: Como consegue ser Produtivo? ou Fazer/Participar de tantas coisas?

A verdade? Eu não sei, porém, tenho algumas pistas.

16 Pistas

  1. Eu não tento ser produtivo. Acredito em fazer coisas com propósito, se elas demoram 1 minuto ou 1 hora, não interessa;
  2. Eu não acesso Facebook (para navegar por navegar);
  3. Eu não jogo online;
  4. Eu não assisto televisão;
  5. Eu não leio nada dos grandes portais de notícias;
  6. Eu não perco muito tempo falando mal da economia, crise ou quem morreu na semana…
  7. Eu não gosto muito de falar ao telefone, então, quase nunca ligo para ninguém (as pessoas que me ligam);
  8. Eu tenho diminuído o uso do Whatsapp na medida do possível;
  9. Eu procuro filtrar as informações e pessoas relevantes em minha vida pessoal e profissional (não é fácil, porém muito importante);
  10. Eu não vou muito a eventos. Especialmente aqueles só para visitar stands ou trocar cartões de visita. Eu gosto de pessoas e suas histórias, não de folhetos e cargos;
  11. Eu estudo muito (livros, sites de negócios, histórias de sucesso…) e acredito que isso aumente minha produtividade (foco);
  12. Eu acelero em 1.5x ou 2.0x quase todos os vídeos de conteúdo que assisto;
  13. Eu tento reclamar um pouco menos a cada dia (é difícil, eu sei);
  14. Eu planejo (sempre que possível);
  15. Eu sou muito bem humorado (talvez por isso as pessoas me convidem para os seus projetos);
  16. Eu adoro listas (ok, isso não tem nada a ver com propósito e produtividade).

Basicamente, meu dia se resume a fazer coisas alinhadas com a minhamissão de vida e minhas 3 Prioridades:

  1. Passar a maior parte do tempo possível me divertindo com as pessoas que amo (família e amigos);
  2. Impactar positivamente a vida de todas as pessoas que convivêm comigo;
  3. Cuidar da minha Saúde Mental (eu amo estudar) e Física (ok, a física eu tenho preguiça, mas não deixa de ser uma prioridade, certo?).

Se você quiser se aprofundar sobre este tema, leia: O Sucesso é uma Jornada, não um Destino.

Blablabla… sua Missão de Vida

Eu sei que você deve ler/ouvir este papo de missão de vida o tempo todo e até se sentir frustrado por ainda não ter encontrado a sua. Se este é o seu caso, fica tranquilo, porque realmente não é tão fácil quando se é adulto.

E aí está o ponto. Quando se é adulto, existem milhares de pessoas e situações te influenciando diariamente de maneira consciente e inconsciente que fica difícil chegar a uma conclusão sobre este tema.

Minha sugestão: Tente se conectar com a sua infância.

Aquele período da vida em que você não queria ou precisava impressionar ninguém, que falava o que pensava e principalmente: acreditava no impossível. Tente lembrar do que gostava e fazia por horas sem se importar. Aí está uma pista.

Mozart aprendeu a tocar piano com 4 anos, mas sua paixão foi além da Música, ele amava o teatro, queria construir grandes óperas, grandes espetáculos. Então, não tente encontrar uma resposta única e óbvia, reflita um pouco mais, aprofunde-se um pouco mais. Tenha paciência e persista neste exercício.

No momento em que você se conectar com a sua verdadeira missão, suas prioridades mudarão e sua vida não será mais contada em ciclos de 8 horas por dia ou 44 semanais (como no trabalho por exemplo). Tudo será uma coisa só!

E neste dia, você não vai mais precisar se preocupar em ser mais produtivo ou dormir menos (para ganhar mais).

Manda ver!